BANHO ALTERNADO NA PREVENÇÃO DE DOENÇAS E CORONAVÍRUS

Por Dra nazira Scaffi

Aprendi a utilizar o Banho Alternado na prevenção de doenças e para o fortalecimento da saúde muito cedo na minha prática clínica. E foi com meus pacientes que aprendi a chamá-lo de banho mágico, Hoje, trago a publico essa experiência como uma orientação para aumentar a imunidade e ajudar seu corpo a enfrentar o coronavírus.

Banho alternado é um método da hidroterapia – cura pela água – divulgada pelo médico Katsuzo Nishi, em 1950, no livro “Onde não há médico”.

Seus efeitos abrangem a esfera física, mental e emocional.

O banho alternado auxilia na recuperação tanto de doenças agudas, quanto de longa duração. Ele também proporciona sensação de bem estar geral, equilíbrio da mente, da capacidade de concentração e controle emocional. 

Estou divulgando esta técnica nesse período em que passamos pela epidemia do coronavírus. Meu objetivo é oferecer uma excelente técnica que permite aumentar a imunidade e reduzir os danos causados COVID-19

Ou seja, se você contrair o vírus, se ele entrar em seu corpo, o banho alternado o auxilia a não adoecer. E, caso adoeça, auxilia na recuperação de seu organismo.

Além disso, ele acalma e contribui para a redução do estresse emocional facilitando atravessar esse período de ansiedade que a epidemia provoca.

COMO PRATICAR O BANHO ALTERNADO

Este texto objetiva ensinar como praticar o banho alternado na prevenção e doenças, como ensinar e aplicá-lo em outras pessoas. Esse banho não tem risco para a saúde e pode ser feito durante a febre, para o que é um bom remédio, tanto para adultos quanto para crianças.

É um banho feito no chuveiro, alternando as temperaturas quente e fria da água, durante 10 minutos, sendo um minuto frio e um minuto quente.

Em sua origem, é prescrito começar com a água fria e terminar com a água quente, num total de 7 a 11 vezes.

Mas muita gente é acostumada ao banho quente e também têm uma preocupação com o chamado “choque térmico”. Por isso, alterei a orientação para começar com a água quente e terminar com a fria.

Portanto, se inicia no quente e termina no frio. Sempre se deve terminar no frio. Se for feito menos que 5 vezes, não haverá efeito significativo.

Inicie-o estando com o corpo aquecido. Se vive em clima frio e seu o corpo estiver frio, aqueça-se, antes do banho, por meio de exercícios leves ou massageando a pele com algum pano de lã.

Em chuveiros elétricos comuns, faça-o abrindo e fechando mais o fluxo de água, regulando na torneira do chuveiro. Em chuveiros com aquecedor alterne a abertura da água quente com a fria.

Sobre a temperatura do banho alternado

A temperatura ideal para a água quente é de 44°C e, para a água fria, de 14 a 15°C, ou seja, que dê a sensação de bem quente e bem fria. A diferença de 20 graus é ideal.

Porém, se estiver em clima quente, onde a diferença entre a água quente e fria é menor, pode fazer, pois vai funcionar também com menor contraste de temperatura.

Isso ocorre porque os sensores nervosos da pele são capazes de perceber a diferença e estimular seu sistema nervoso a reagir mesmo a um menor contraste térmico.

Permaneça debaixo da água quente por um minuto, molhando todas as partes do corpo.

E depois troque para a água fria, igualmente por um minuto e expondo todas partes que estavam aquecidas. O ideal é que toda a superfície corporal receba o estímulo contrastante e seja resfriada.

Após o banho, seque seu corpo com as mãos, o que levará de 6 a 30 minutos. Tratando-se de pessoas magras, o tempo será mais curto. Para pessoas acima do peso, o tempo necessário é maior a fim de permitir que a ação do oxigênio elimine as gorduras.

Em que condições podemos praticar o banho alternado?

O banho alternado deve ser praticado estando bem de saúde, como prevenção, como na doença, inclusive durante a febre, sem nenhum risco.

Você pode praticar o banho alternado para a prevenção de doença, no momento de sua higiene matinal. Se está bem de saúde, pode molhar a cabeça. Mas no caso de estar doente, deve evitar molhá-la, usando uma touca de plástico.

Pode ficar com o molhado secando-o, passando as mãos pelo corpo, durante 1 a 3 minutos numa pessoa magra e um pouco mais num corpo obeso. A presença da água aliado a leve massagem desperta um estímulo maior de circulacao e proporciona um bem estar ainda maior.,

No entanto, as pessoas mais adoentadas, após o banho, devem se enxugar com uma toalha e em seguida deitarem-se cobertas para estimular o aquecimento do corpo, porém evitando ficar suado.

As crianças, sobretudo com febre, vão se beneficiar muito com o banho alternado. E asseguro que esse banho frio não vai causar nenhum choque térmico.

Pode, inclusive ser feito nos bebês, carrregando-os no colo durante o banho.

Você vai verificar em si mesmo a efetividade do banho alternado na prevenção de doencas e o quanto é muito simples e muito fácil de fazer tendo um chuveiro elétrico.

MAS SE EM SUA CASA NÃO TEM CHUVEIRO ELÉTRICO OU NÃO TEM CHUVEIRO, NÃO SE PREOCUPE QUE EM OUTRO VÍDEO E TEXTO VOU ENSINAR COMO OBTER OS MESMOS BENEFÍCIOS COM OUTROS TIPOS DE BANHOS DE CONTRASTE.  VOCÊ PODE ACESSÁ-LOS CLICANDO NESTE LINK.

Efeitos do banho alternado no organismo

Os efeitos do banho alternado na prevenção de doenças se deve aos estímulos que provoca no organismo.

Ele proporciona mais energia e disposiçãoe em todas as pessoas. Ativa mecanismos curativos nas pessoas com distúrbios metabólicos crônicos, que se manifestam, por exemplo, por dores no corpo, arritmia, pressão alta, distúrbios digestivos e intestinais.

O banho alternado tem efeito terapêutico nos casos de fibromialgia, reumatismo, artrose, dores de cabeça, enxaqueca, diabetes, problemas digestivos e renais, gripes, resfriados, sinusite, alergias, malária, dengue e para a revigoração geral do organismo, eliminando o cansaço.

A melhora do estado geral de saúde são bem evidentes para quem o pratica.

Essa técnica reduz também a queda de cabelo e favorece o rejuvenescimento da pele.

Além dos efeitos do banho alternado na prevenção de doenças, ele melhora a performance corporal e mental para lidar com os desafios que a vida apresenta. As pessoas ansiosas e com depressão, se estimuladas a praticarem esse banho, se sentirão mais seguras e em condições de um melhor controle emocional.

Além dos efeitos do banho alternado na prevenção de doenças, você verá que ele proporciona uma melhor qualidade de vida, por contribuir para um sono repousante, redução da fadiga corporal, melhora do estresse mental, relaxamento muscular e revigoramento da energia.

Certamente, quem experimenta e comprova seus efeitos, não deixará de utilizar esse recurso sempre que se achar em dificuldades.

Um banho mágico!

Quem confirma isso? As avós e mães para quem orientei fazer o banho alternado com seus netos e filhos, que, verificando seus efeitos passaram a chamá-lo de banho mágico. Elas contam que, quando suas crianças estão doentes, estas mesmas pedem para fazer o “banho mágico”, já se dirigindo ao chuveiro.

Em muitas famílias as doenças agudas são enfrentadas por meio do banho alternado reduzindo a necessidade de ir ao médico.

De fato, quando você acorda com o corpo dolorido, sem vontade de sair da cama, percebe que dormiu mal, sente o nariz meio entupido e a garganta começando a doer, se sair da cama e for para o chuveiro e fizer o banho alternado, vai se sentir revigorado.

Portanto, sendo conhecedor dessa estratégia tão simples, sentir-se sobrecarregado ou ficar vulnerável a viroses é torna-se uma questão de escolha pessoal.

Se você se interessa em adquirir mais conhecimento e autonomia no cuidado da saúde, continue lendo o texto.

Conhecimento é a melhor ferramenta para prevenção

As explicações abaixo vão auxiliar você a entender como o banho alternado age na prevenção de doenças. Elas fazem parte dos conteúdos que ensinamos no Programa Saúde Eficaz do Instituto Aleema

Apesar do desenvolvimento da medicina, existem cuidados que só paciente pode fazer por si mesmo, mesmo diante dos melhores médicos e tratamentos.

Além disso, aprendi que conhecimento é diferente de informação.

Platão dizia que informação cria uma ilusão e dependência de outra pessoa, enquanto o conhecimento surge a partir da necessidade, da busca de aprender, da experiência e se confirma com a capacidade de transmissão do aprendizado adquirido.

Quando você vai além da mera informação, buscando seus fundamentos e testando os dados informados, você ganha autonomia e independência para escolher o caminho que prefere.

Na minha prática médica e como educadora em saúde, estimulo a conquista da autonomia e independência no cuidado da própria saúde, o que se torna realidade quando há a capacidade de escolhas conscientes e assertivas.

É isso que pretendo com o texto abaixo: aumentar sua autonomia para o cuidado da sua saúde, se assim o quiser.

SAIBA COMO FUNCIONA O BANHO ALTERNADO

Mecanismo de ação do banho alternado

À medida que experimentei em mim mesma e nos pacientes, com base nos conhecimentos de fisiologia e fisiopatologia, foi possível observar seus efeitos e descrever o mecanismo de ação do banho alternado na prevenção de doenças e no restabelecimento de pacientes crônicos.

A hidroterapia tem vários tipos de banho de contraste, e também com compressas e vapor.

Cada uma de suas técnicas é indicada para diferentes os estados de saúde ou condições habitacionais.

Para quem não tem chuveiro ou água quente existem outras de banho que podem ser utilizadas como o banho de assento, banho de tronco, banho de sol alternado com compressas frias, a fricção com toalha fria que abordamos em outros textos.

O banho alternado, sendo muito prático, é de fácil acesso para grande parte da população.

É também de grande utilidade na promoção da saúde, na prevenção de diversas doenças e para auxiliar no seu tratamento, pois como mencionei acima, seus efeitos abrangem tanto a esfera física quanto mental e emocional, proporcionando sensação de bem estar geral.

Parece exagero, mas é isso mesmo!

O banho alternado revigora o organismo como um todo, produzindo sensação de bem geral evidentes tão logo se o pratique.

Por exemplo, no início de um estado gripal, ele permite abortar a gripe ou curá-la mais rápido devido a estimulação das reações corporais de cura.

Da mesmo forma, devido ao estímulo das funções da pele, nas doenças de longa duração, ele melhora contribui para a melhora da saúde.

Nas doenças crônicas, o banho alternado ativa as funções da pele auxiliando seu organismo a lutar contra o adoecimento.

Na pele, ele ativa a circulação periférica, aliviando o esforço do coração; favorece as trocas gasosas auxiliando a função pulmonar de oxigenação do tecidos e de eliminação de gás carbônico e, também, promove a eliminação das toxinas que causam a doença ou por ela geradas complementando a função desintoxicante dos rins.

Além de incrementar as funções da pele, o banho alternado estimula e desencadeia mecanismos fisiológicos que envolvem os sistemas nervoso, circulatório e imunológico.

O Banho Alternado atua mediante três ações básicas que explicaremos abaixo:

  1. Proporciona um estresse positivo que aumenta a capacidade de autodefesa;
  2. Prioriza as funções mais importantes nos momentos críticos de ameaça à vida por meio da ativação do sistema nervoso autônomo; e
  3. Cria uma barreira para reduzir a invasão e a disseminação dos microrganismos e promove a cicatrização dos tecidos afetados, por meio do sistema imunológico.

1. Proporciona um estresse positivo que aumenta a capacidade de autodefesa

O banho alternado, por meio de estímulos físicos contrastantes e de curta duração, produz o que se chama de estresse positivo no organismo. Esse estresse positivo aumenta sua capacidade de defesa.

Estresse, no organismo vivo, significa reação de adaptação aos fatores externos. O corpo tem uma certa inteligência para reagir em defesa da vida. Ele reage ao frio, ao calor, aos ferimentos, às atividades físicas, aos efeitos dos microrganismos, e até aos pensamentos que temos.

A palavra estresse é conhecida pelos seus efeitos negativos.

De fato, na tentativa de preservar a vida, sobretudo quando o contato com o agente agressor muito forte ou por tempo prolongado, o corpo desenvolve um mecanismo de adaptação que passa por 4 fases.

As fases de adaptação a um fator agressor são: alerta, resistência, quase-exaustão e exaustão, antes de chegar ao esgotamento físico e mental.

Nesse processo ocorre um desgaste do organismo. É por isso que um estresse está relacionado ao desenvolvimento das doenças.

Ao contrário, um estímulo novo e de curta duração é benéfico, tendo efeitos terapêuticos e promotores da saúde.

O estresse de curta duração é positivo porque evita os danos causados por um sofrimento prolongado e auxilia na recuperação do organismo estafado.

Os efeitos desse estresse positivo já foram demonstrados pela ciência: aumento dos dendritos neuronais, ou seja, aumento da transmissão elétrica no cérebro e nos nervos, aumento da circulação, aumento da imunidade e das barreiras naturais contra microrganismo.

Foi também demonstrado que, por meio de um estresse de curta duração, ocorre um aumento da inteligência e da memória e da capacidade de reagir as adversidades do ambiente e da vida.

É, portanto, o estresse de curta duração que o banho alternado provoca uma das causas da prevenção de doenças

O estresse benéfico faz o banho alternado auxiliar na prevenção de doenças

O banho alternado age provocando esse estresse positivo ao expor seu corpo ao contraste de temperatura. Isso é diferente do conhecido e temido choque térmico.

O choque térmico nocivo é aquele que temos quando, com o corpo suado entramos num ambiente frio, ou pegamos um golpe de vento; ou quando permanecemos muito tempo na água fria, sem dar condições para o corpo se aquecer, reagindo ao frio.

Quando entramos em contato com a água fria, por exemplo, caindo numa piscina, o contato da água fria na pele faz o corpo reagir e produzindo calor na pele.

Isso ocorre porque somos seres homeotérmicos, ou seja, nosso corpo desenvolve mecanismo para manter a temperatura ideal para seu perfeito funcionamento.

Portanto, ao contrário dos outros choques térmicos prejudiciais, esse tipo de contraste tem um efeito curativo e energizante.

A reação corporal aos estímulos na pele ocorre porque ela tem receptores nervosos que se comunicam com o cérebro. Como a pele é diretamente ligada ao sistema nervoso, estimula nele a formação de novas proteínas e um incremento de suas funções.

Como consequência, nosso cérebro, percebendo o estímulo da água fria na pele, reage desencadeando reações que visam o reequilíbrio do sistema corporal, promovendo sua adaptação para preservar a vida.

Em seguida vamos conhecer essas reações de defesa.

2. Prioriza as funções mais importantes nos momentos críticos de ameaça à vida por meio da ativação do sistema nervoso autônomo

O corpo está preparado para identificar quais funções precisa desempenhar diante da exposição a fatores agressores, sejam eles, um trauma físico, o frio, o calor excessivo ou uma invasão de microrganismos.

O estímulo cerebral decorrente do banho alternado provoca a ativação do Sistema Nervoso Autônomo.

O sistema nervoso autônomo (SNA) é a parte do sistema nervoso que está relacionada ao controle da vida vegetativa, ou seja, controla funções como a respiração, circulação do sangue, controle de temperatura, digestão e imunidade.

É chamado de autônomo porque ele funciona, por si, sem comando consciente, ou seja, mesmo quando estamos desmaiados, ele trabalha para manter a vida.

Esse mecanismo é muito eficaz e sensível aos menores detalhes do que acontece no organismo, seja a secura do ambiente ou o grau de hidrataçao do corpo. Seja um carinho ou um toque agressivo. Ele pode, inclusive, regular a temperatura da febre de acordo com o tipo de virus ou bactéria que nos sinfecta.

Por exemplo, uma bactéria chamada estreptococos induz a uma febre de mais de 39 graus, enquanto para as viroses a febre é um pouco mais baixa, em torno de 37,8 graus Celsius.

É por essa sensibilidade de nosso sistema nervoso, que o contraste de temperatura do banho alternado age de forma tão pronunciada.

O Banho Alternado estimula e equilibra o Sistema Nervoso Autônomo

O Sistema Nervoso Autônomo estimula ações complementares e opostas que interferem e regulam todo o funcionamento do organismo.

Em seguida você vai ver como o banho alternado interfere nessas ações modulando-as e, como, assim, favorece a prevenção de doenças.

Esse sistema age, principalmente, ativando duas estruturas nervosas conhecidas como:

1. Sistema Nervoso Simpático (SNS) e

2. Sistema Nervoso Parassimpático (SNP).

Sistema Nervoso Simpático nos prepara para a luta ou fuga

O Sistema Nervoso Simpático – SNS – estimula ações que permitem ao organismo responder a situações de estresse, como a reação de lutar, fugir ou uma discussão.

O mais incrível, é que isso tudo ocorre independente de nossa vontade ou educação.

Essas ações são: a aceleração dos batimentos cardíacos, aumento da pressão arterial, o aumento da adrenalina, a concentração de açúcar no sangue, aumento do suor, vasoconstrição que causa palidez e extremidades frias e dilatação das pupilas.

As pupilas dilatadas permitem visualizar de onde vem e a dimensão do perigo que nos ameaça.

E como, possivelmente, vamos ter que nos preparar para lutar o fugir de tal perigo, o organismo se habilita para fornecer mais energia aumentando o nível de glicose sanguínea.

Isso ocorre devido a dilatação dos brônquios, que permite entrar mais ar nos pulmões e, assim, mais oxigênio; e por mecanismos  que aumentam a glicose sanguínea. A reação química entre oxigênio e glicose vai proporcionar a energia necessária para lidar com a ameaça.

Na sequência das reações de defesa, ocorre um estímulo no coração que aumenta seus batimentos e sua eficiência como bomba. 

Isso faz com que o sangue chegue em todas as partes mais necessárias para manutenção da vida.

O coração vai, então, fazer com que esse combustível alcance todas as partes do corpo necessárias para defender a vida.

Os músculos também têm sua circulação aumentada, o que facilita a movimentação necessária para fugir ou lutar.

FIGURA: ESQUEMA DO SISTEMA NERVOSO AUTÔNOMO COM SEU DOIS RAMOS DE ATUAÇAO: SISTEMA NERVOSO SIMPÁTICO E SISTEMA NERVOSO PARASSIMPÁTICO

O Sistema Nervoso Parassimpático nos permite nutrir, relaxar e meditar

Já o Sistema Nervoso Parassimpático – SNP – é o responsável por estimular ações que permitem ao organismo responder às situações de calma e promover o as funções que são suprimidas no estresse, como a digestão e a capacidade reprodutiva.

O SNP é o sistema que mais age durante o sono. Suas ações permitem a desaceleração dos batimentos cardíacos, diminuição da pressão arterial, a diminuição da adrenalina e do açúcar no sangue.

Também por efeito da ativação do SNP, as glândulas nasais, lacrimais, salivares, dos brônquios, do estômago do pâncreas e algumas glândulas intestinais aumentam sua produção de secreções.

São esses fluidos que contribuem para o equilíbrio das funções digestivas, para a assimilação e eliminação intestinal, amamentação e para as funções sexuais.

Por outro lado, em se enfrentando um perigo, é impossível nutrir o corpo, relaxar e mesmo reproduzir. É por isso que muitas atletas, que praticam exercícios excessivos têm um desequilíbrio em seu ciclo menstrual.

Cada organismo funciona com de acordo com sua predisposição

Entretanto, conforme a predisposição genética individual, as pessoas podem ter predominância da ação simpática ou parassimpática no funcionamento normal de seu organismo. Isso em graus moderados se expressa por diferentes temperamentos ou formas de reagir aos estímulos da vida.

As pessoas com predominância do SN Simpático tendem a ter um temperamento mais dinâmico e gestos mais acelerados. Quando há um exagero dessa função, essas pessoas têm mais problemas relacionados aos vasos sanguíneos e coração, como hipertensão arterial, secura da boca e das mucosas e dificuldades com a digestão, resultado em gastrite, por exemplo.

Portanto, as pessoas com maior ação do SN Parassimpático tendem ter movimentos físicos e mentais mais calmos e relaxados.

Se o SNP está exacerbado, esse organismo tende a aumentar a atividade das glândulas corporais responsáveis pela produção de secreção, nos gânglios, no sistema respiratório e nos intestinos.

Isso gera sinais como coriza, salivação aumentada, aumento das secreções dos brônquios, do movimento intestinal com diarreia.

Por isso, algumas pessoas tendem a ter mais alergias, asma, bronquites, colite e síndrome do cólon irritável.

O banho alternado equilibra as ações do sistema nervoso

Quando o corpo é submetido à água fria por pouco tempo, ocorre a ativação o Sistema Nervoso Simpático ativando a circulação, a imunidade, e a capacidade para lutar ou fugir e para resolver os dilemas da vida.

E quando o corpo é exposto à água quente, é o sistema nervoso parassimpático que é estimulado. Isso vai promover o aumento das funções glandulares, facilitar a digestão, aumentar a salivação, e relaxar os músculos e descontrair os órgãos internos e permitir descansar e relaxar.

A alternância de estímulos quente e frio sobre a pele, estimulando num minuto o SNS e, no minuto seguinte, o SNP faz com que a predominância de um ou de outro seja reduzida equilibrando as suas funções no organismo e auxiliando na cura dos efeitos de seus excessos.

Gostou da explicação? Você pode aprender mais sobre Sistema Nervoso Autônomo neste link: https://aprenda.bio.br/fisiologia/sistema-nervoso-autonomo-o-que-e-como-funciona/

3. Cria uma barreira para reduzir a invasão e a disseminação dos microrganismos e promove a cicatrização dos tecidos afetados, por meio do sistema imunológico.

A terceira função do banho alternado é a ativação do Sistema Imunológico.

Sabe aquela inflamação que ocorre quando entra uma farpa no dedo? Como você já observou, o local ferido fica dolorido e em seguida quente, inchado e vermelho. Depois de algumas horas se forma aquela secreção amarelada que conhecemos por pus.

Isso ocorre porque o SNA, percebendo a agressão, participa da ativação dos sistemas de barreira e de eliminação dos microrganismos oportunistas. Esse processo se chama imunidade celular.

Como funciona a Imunidade Celular

Por meio do SNS promove a ativação da circulação sanguínea, a dilatação vascular no local e a mobilização das células de defesa, os glóbulos brancos. Os glóbulos brancos criam uma barreira no local, e produzem substâncias químicas que vão ativar a eliminação das células machucadas e a cicatrização dos tecidos.

Portanto, quando um microrganismo invade o corpo, a imunidade celular forma uma barreira para que os microrganismos invasores – bactérias e vírus, não se espalhem pelo organismo.

A imunidade humoral, anticorpos e vacinas

A segunda barreira ocorre pela estimulação do Sistema Nervoso Parassimpático, que como vimos, age aumentando a secreção glandular e promovendo a imunidade humoral.

Essas secreções glandulares são ricas em anticorpos que neutralizam os agentes agressores e desenvolvem a capacidade de reconhecer alguns tipos de vírus desenvolvendo um estado de imunidade.

Por estarem presentes nas portas de entrada para o interior do organismo, como nariz, boca e olhos, estômago e intestinos, os anticorpos produzidos com as secreções criam uma barreira para o desenvolvimento de doença infecciosas.

Por exemplo, a criança amamentada com leite materno recebe esses anticorpos que a protegem de várias infecções.

É essa imunidade humoral que possibilita o desenvolvimento das vacinas.

A defesa contra bactérias e virus todo o sistema imunológico é estimulada pelo Banho Alternado

A defesa corporal, portanto ocorre mediante interação dos dois mecanismos imunológicos:

  1. Imunidade celular que faz a identificação do agente invasor ou do trauma, a estimulação deslocamento dos glóbulos brancos em massa para a região afetada, a criação de uma barreira e fagocitose dos micróbios e dos tecidos lesados.   
  2. Imunidade humoral, que de forma complementar, vai produzir anticorpos que criam barreiras nas entradas do organismo, neutralizam e imobilizam os agentes agressores facilitando a sua fagocitose e desenvolvem uma memória para reconhecimento de alguns tipos de microrganismos, como o da rubéola.

Entretanto, conforme o tipo de vírus e dos traumas que afetam o organismo, a reação de defesa quando muito demorada, pode resultar em danos para o organismo.

Isso ocorre porque na batalha contra o invasor, as células de defesa produzem substâncias químicas, que em excesso, lesam os tecidos em volta, ampliando os danos causados pelo agente agressor. Isso é o que se chama estado inflamatório

É o que ocorre quando após uma pneumonia, o pulmão fica com cicatrizes que dificultam seu funcionamento normal depois de curada a infecção.

O banho alternado, por seus estímulos contrastantes, quente e frio, de curta duração e alternados, ativa esses dois mecanismos de defesa imunológica. Dessa forma, ele nos protege na infecção por vírus e bactérias, auxilia o organismo em sua recuperação, enquanto reduz seus excessos.

Sua regulação, por meio do banho alternado, além de facilitar as defesas, contribui para a redução dos danos causados nesse processo defensivo.

Conclusão

O banho alternado ativa nosso sistema corporal, por meio de um estresse positivo, para enfrentar as agressões externas; estimula e equilibra nosso sistema imunológico na defesa contra microorganismos, aumentando nossa imunidade enquanto equilibra as funções vitais opostas ou complementares favorecendo a cura das doenças e o restabelecimentos do organismo com o menor dano possível.

Por isso tudo, o banho alternado é uma excelente ferramenta de autodefesa, para as doenças crônicas a agudas e em todas as idades.

Recomendo que você o pratique uma vez ao dia, nesse período de epidemia de coronavírus.

Se quer saber mais, sobre como a doença do coronavírus se desenvolve e sobre as terapias naturais para enfrentar a doença por ele causada, consulte os textos dos links abaixo:

VOCÊ PODE COMPREENDER COMO SE DESENVOLVE A DOENÇA CAUSADA PELO NOVO CORONAVÍRUS – COVID-19, LENDO ESTE TEXTO

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui