Advetorial

Notícias – Ciência e saúde

A pressão alta pode fazer você sofrer um infarto inesperado

“Um simples almoço em família pode se tornar um desastre, veja como alguns alimentos podem evitar que isso ocorra” – Dra. Nazira Scaffi.

Por Redação

11/02/2020 14h19  Atualizado há uma hora

De acordo com a médica homeopata Dra. Nazira Scaffi, cerca de 50% das pessoas que têm mais de 50 anos sofrem de pressão alta (hipertensão).

A hiperetensão é um recurso que seu organismo usa na tentativa de estabilizar o funcionamento de seu sistema cardiovascular, quando seu corpo é vem sofrendo uma sobrecarga de fatores agressores. O corpo tenta manter o fluxo sanguíneo para todas as partes do organismo e para seu cérebro de modo a manter a vida. 

No entanto, esse mecanismo de defesa não pode ser usado o tempo todo, pois ter de pressão alta (hipertensão) constantemente é como ter uma barragem prestes a romper.

Você sabe que está sob ameaça, mas não sabe quando o perigo pode chegar.

 

Pode estar indo ao mercado, em um almoço especial de família ou até em local público e de forma inesperada ter um ataque cardíaco ou quem sabe até um AVC.

O pior de tudo é imaginar que você pode estar sozinho no momento, dirigindo ou em qualquer outro momento em que essa situação fique ainda mais delicada.

 

Especialistas afirmam que além disso, pessoas que sofrem de hipertensão também correm o risco de perder a visão.

Mas nesta matéria, você vai encontrar a chave para desarmar essa bomba no seu peito e garantir que um ataque cardíaco inesperado nunca te surpreenda.

Mas não se engane, esta matéria não se trata de novos remédios que a indústria farmacêutica lança o tempo todo, com todos os efeitos colaterais ou qualquer outra coisa que lhe traga riscos.

Se trata da revolucionária “medicina do autocuidado” que vem curando diversas pessoas em Campo Grande – MS com métodos naturais.

O que ninguém te contou sobre uso de remédios para tratar a pressão alta

Os remédios utilizados para tratar hipertensão, são considerados importantes na prevenção de doenças cardiovasculares, mas além de provocarem diversos efeitos colaterais, por si só não têm eficácia na prevenção dos agravos. Dentre seus efeitos adversos estão:

  • Tontura;
  • Retenção de líquidos causando inchaço;
  • Alterações na frequência cardíaca;
  • Dor de cabeça;
  • Vômitos;
  • Sensação de enjôo;
  • Impotência sexual.

A pior parte, é que você dependerá do remédio para ficar longe do risco de um infarto ou AVC inesperado.

Imagine a seguinte cena… 

Você está em casa, sentado no sofá assistindo televisão. O dia foi corrido, estressante e você esqueceu de tomar seu remédio…

Quando de repente, você começa a sentir uma dor centralizada no peito e uma pressão, como se tivesse batido em algum lugar.

Seu braço também começa a doer de uma forma que nunca sentiu antes, quando você finalmente se dá conta que esqueceu o remédio.

Você vai correndo tomá-lo enquanto grita por alguém da sua família que liga para o hospital, pois você está sofrendo um infarto.

Bom, a história que você acabou de ler é um resumo do que acontece todos os dias no Brasil, e foi o que aconteceu com a cantora Priscila Nocetti:

Por um simples esquecimento, uma mulher de 38 anos quase perdeu sua vida, por isso, tratar hipertensão com remédios não é uma solução 100% segura e eficiente.

É como se equilibrar em uma corda bamba em uma altura de 10 metros do chão, basta um simples erro para colocar tudo a perder.

Não tem motivos para você depender dos remédios e correr riscos como esses, pois existe um caminho natural e eficiente para tratar a hipertensão…

Como tratar a pressão alta e evitar um infarto inesperado sem depender de remédios

Pode parecer uma inacreditável, mas você pode viver saudável sem depender de medicamentos para a pressão alta e livrar-se do risco de ser surpreendido por um infarto.

Isso só é possível através de uma medicina do que ensine com você fazer o autocuidado.

Em busca de mais informações alternativas ao tratamento da Hipertensão arterial o G1 Entrevista, procurou por diversos especialistas no tema.

Encontramos a médica homeopata fundadora do instituto Aleema no Campo Grande – MS, Nazira Scaffi. 

 

A Dra. Nazira utiliza vem há mais de uma década desenvolvendo o método da Medicina do Autocuidado para prevenir e tratar doenças que muitos acham que não tem cura, ou que só se trata com remédios.

Veja o que ela diz: 

É possível tratar as doenças da modernidade por uma educação para a saúde. A medicina do autocuidado é aquela que preparar você para a recuperação do funcionamento normal de seu organismo. Todos nós sabemos que uma alimentação saudável e um estilo de vida mais saudável traz diversos benefícios para o corpo, mas poucos sabem o que de fato podem melhorar na sua alimentação e nos seus hábitos de vida para curar doenças.”

 

Veja o que algumas pessoas que já foram tratadas por ela dizem…

Dra. Nazira Scaffi vai lhe ensinar a tratar a pressão alta sem depender de remédios

Se você sofre de pressão alta, deseja ter alternativas naturais aos tratamentos para pressão alta e não quer mais depender dos remédios nem correr o risco de ser surpreendido por um infarto, veja o que a Dra. Nazira tem preparado…

“Em busca de uma maneira para ajudar as pessoas a curarem doenças crônicas através de uma alimentação saudável e saborosa, e dos aprendizados de como se proteger dos fatores agressores que vem junto com o desenvolvimento, criei um conteúdo informativo e orientador para quem busca tratamento natural para as doenças crônicas. Esse conteúdo está disponível gratuitamente e será enviado por e-mail, se você se cadastrar para receber as orientações.”

 

Infelizmente, o sistema não suporta muitas pessoas em uma lista de e-mails, então, recomendo fortemente que você se cadastre assim que ler esta matéria através do link abaixo:

Saiba mais sobre a Dra. Nazira Scaffi

nazira-quem-eh

Fundadora do Instituto Aleema atua em clínica particular nas áreas de Medicina Integrativa, Ortomolecular e Homeopatia.

  • Graduação em Medicina pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS -1985) 
  • Especialista em Ginecologia e Obstetrícia pela AMB – RQE 1135 
  • Especialista em Homeopatia pela AMB – RQE 2098 
  • Terapeuta Sexual pelo Centro de Sexologia de Brasília _CESEX (1996) 
  • Educadora em Sexualidade pelo CESEX (1997) 
  • Formação em Gestalterapia pelo Instituto de Gestalt de Campo Grande (1998) 
  • Psicodramatista Socioeducacional pela FEBRAP (1999) 
  • Mestre em Saúde Coletiva pela UFMS (2003)
  • Fundadora e diretora do Hospital Naturalista – Lotus Centro de Saúde Natural – em Campo Grande (1990 – 1995)
  • Diretora da ONG Interativa- Projetos e Intervenção (1998-2013) 
  • Consultora da UNESCO para Saúde Indígena -FUNASA (2003-2006) 
  • Fundadora e diretora do Instituto Aleema – Saber para viver desde 2013 
  • Casada, mãe de 4 filhos, e avó de 4 netos.